Dicas para uma dieta eficaz… a prova de sabotagem | Nutrição

Pode ser que não os vê, mas eles estão lá. Escondidos entre as gavetas de sua geladeira, agachados entre o frasco de grão-de-bico e as latas de atum ao natural. Ninguém foi convidado, mas soube se esconder em sua vida.

E vieram dispostos a deitar por terra os seus planos de acabar, de uma vez por todas, com essa barriga. Suas melhores armas são seus pontos fracos. Com elas disparar à queima-roupa em qualquer momento para causar vários danos… a menos que você saiba como protegê-lo contra eles.

São os sabotadores da dieta. Alimentos e hábitos que têm a capacidade de fazer fracassar sua tentativa de perder os quilos que lhe sobram. Alguns até passam por aliados, em um primeiro momento, para divulgar mais adiante a sua face mais perversa. Mas calma: há solução. Basta saber reconhecê-los para criar seu particular colete à prova de balas.

Ataque 1/ Passar fome

Muitos homens pensam que para perder peso é necessário passar fome. Daí a popularidade dos jejuns, que, a longo prazo, na verdade, aumentam a capacidade de armazenamento do organismo. “A fome leva a momentos de fraqueza, onde você será muito difícil escolher bem e acabar comendo de qualquer maneira“, explica Anabel Fernández, nossa nutricionista e nutricionista. Qual a solução? Reparte as suas refeições ao longo do dia, de maneira que nunca chegar à próxima refeição com mais fome.

Ataque 2/ Comer fora de casa

Nada menos que 72% dos trabalhadores espanhóis come fora de casa, segundo o barómetro FOOD (Fighting Obesity through Offer and Demand). Os produtos mais consumidos são os elaborados com pão branco, seguidos de batatas, bolos, presunto e enchidos. Nenhum deles vai ajudar você a perder peso. O que fazer? Pois puxar “lanchinho”. É a maneira mais segura de não cair nas tentações. Se você não pode levá-la, opte por salada de primeiro e peixes ou carnes brancas grelhadas de segundo. E não faças perecer por causa da sobremesa!

Ataque 3/ Ser demasiado rigoroso

“Muitos têm divididos mentalmente os alimentos entre o sim e o não”, garante Fabiano Fernandez. “Isso gera uma grande sensação de culpa quando comem algum alimento proibido. Quando isso acontece, pensam que tudo já está perdido e é então que sua dieta se torna um desastre, até que conseguem voltar à calma”. Se algo que você gosta muito, coma moderadamente e com gosto. Se você fizer isso com sentimento de culpa, você vai fazê-lo rápido e acabar precisando de mais quantidade para saciar o desejo.

Ataque 4/ As calorias líquidas

Pode ser que você pares a contar as calorias de tudo o que você come. Mas, o que é que bebes? “O certo é que uma taça de vinho ou uma cerveja têm entre 100-150cal, uma lata de refrigerante lhe fornece cerca de 3,5 colheres de sopa de açúcar e um copo de suco de brick pode ter as mesmas calorias de três laranjas, mas sem o aporte de fibras”, diz Fernández. Põe-lhe o remédio, fazendo da água a sua bebida de referência. Será muito soda? Pois começa com as infusões ou diluído nela algumas gotas de limão.